29.1 C
Natal
domingo, fevereiro 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioInternacionalVocê vai ficar enojado com a evidência descoberta no caso Daniel Alves

Você vai ficar enojado com a evidência descoberta no caso Daniel Alves

Nesta quarta-feira (7), o último dia de julgamento envolvendo Daniel Alves chega ao fim. Após ser acusado de abuso sexual por uma jovem em uma boate de Barcelona, na Espanha, o ex-jogador foi preso no dia 20 de janeiro de 2023. Presente no julgamento, médicos legistas confirmaram a presença de sêmen do réu em material coletado dentro do corpo da vítima.

As amostras foram coletadas em fevereiro do ano passado, estando isentas de qualquer alteração. Mesmo com as provas cabíveis, Daniel Alves foi ouvido pela primeira vez de forma pública, e reafirmou sua inocência no caso. É válido destacar que o ex-lateral alterou seu depoimento inicial por pelo menos quatro vezes durante esse último ano.

Apesar dos exames clínicos terem confirmado a prática sexual, Daniel Alves retornou a dizer que a relação foi consentida pela vítima. Potencializando ainda mais seu discurso controverso, o ex-jogador da Seleção Brasileira, que chegou algemado e escoltado por cinco policiais, voltou atrás e afirmou que tinha bebido demais e não lembrava da sequência de acontecimentos.

De acordo com a imprensa espanhola, o réu se desesperou ao ver todas as provas serem evidenciadas ao júri. Como resultado das fortes alegações que corroboram com a denúncia da vítima, Daniel Alves se colocou aos prantos durante o julgamento, apresentando dificuldades em completar algumas falas.

Possível destino de Daniel Alves

A Justiça da Espanha havia determinado o fim do julgamento nesta quarta-feira (7), mas ao que tudo indica será finalizado apenas amanhã (8). Com as evidências refutando todas as alegações da defesa do atleta, a imprensa internacional acredita que Daniel será condenado por estupro. No entanto, a penas sofre variação de 9 a 12 anos de reclusão, sem possibilidade de liberdade condicional.

É válido destacar que durante mais de um ano preso, Daniel e sua defesa tiveram quatro pedidos de liberdade recusados. O receio da justiça local era que o lateral fugisse para o Brasil, impossibilitando assim a conclusão do julgamento.

Fonte: Portal do Atleticano

POSTAGENS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Advertisment -spot_img

Mais popular

Descubra mais sobre Portal RN Diário

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading