27.4 C
Natal
domingo, fevereiro 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioBrasilCom casos em alta, RN terá vacina contra dengue em 19 cidades

Com casos em alta, RN terá vacina contra dengue em 19 cidades

O primeiro lote de vacinas contra dengue da Secretaria de Saúde beneficiará inicialmente 19 municípios de duas áreas de saúde do Rio Grande do Norte. – Foto: Divulgação / Takeda

O Ministério da Saúde iniciará a distribuição do primeiro lote de vacinas contra a dengue, beneficiando inicialmente 19 cidades em duas regiões de saúde do Rio Grande do Norte. Embora o quantitativo de doses para o estado não tenha sido divulgado, a expectativa é de que a vacinação comece no início de fevereiro, visando o público-alvo de crianças de 10 a 14 anos. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) realizará uma coletiva nesta sexta-feira para detalhar as ações de vacinação no RN.

Segundo informações do Ministério da Saúde, 521 municípios em regiões endêmicas foram selecionados para receber a vacina, baseando-se em critérios como grande porte, alta transmissão de dengue em 2023 e 2024, e predominância do sorotipo DENV-2. Dezesseis estados e o Distrito Federal têm municípios que preenchem esses requisitos, possibilitando o início da vacinação em 2024.

No Rio Grande do Norte, as cidades contempladas pertencem a duas das sete regiões de saúde do estado, incluindo Natal, Parnamirim, Mossoró, e outras. O médico e infectologista André Prudente destaca que, embora o número inicial de doses seja abaixo do ideal, é a primeira vez que a vacina estará disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sendo um passo positivo.

O Brasil já notifica, em 2024, 348 casos prováveis de dengue nas três primeiras semanas, 25% a mais que o mesmo período do ano anterior. Especialistas alertam para o risco de uma grande epidemia de dengue, considerando o aumento de casos no país.

O público-alvo da vacinação são crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos, uma faixa etária que concentra o maior número de hospitalizações por dengue, após as pessoas idosas. O esquema vacinal consiste em duas doses, com um intervalo de três meses entre elas.

Apesar do médico Leonardo Lima reconhecer que o número inicial de vacinas é limitado, ele explica que a escolha das cidades beneficiadas levou em consideração casos proporcionalmente elevados no ano anterior e a iminência de surtos em 2024.

Dados do Ministério da Saúde indicam que o Brasil já registrou 12 mortes e 120.874 casos prováveis de dengue nas três primeiras semanas de 2024, um aumento significativo em comparação com o mesmo período de 2023. A capacidade limitada de fornecimento de doses pelo fabricante da vacina levou à definição de um público-alvo e regiões prioritárias para a imunização. O Brasil se destaca como o primeiro país a oferecer essa vacina no sistema público universal, incorporada pelo Ministério da Saúde em dezembro de 2023.

POSTAGENS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

- Advertisment -spot_img

Mais popular

Descubra mais sobre Portal RN Diário

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading