Torres, telas, portas e revistas: as 8 barreiras de segurança ultrapassadas por foragidos de Mossoró

Foto: Reprodução

A fuga histórica de um presídio federal exigiu dos presos — agora foragidos — a superação de pelo menos oito barreiras de segurança que deveriam ter evitado que eles conseguissem deixar a Penitenciária Federal de Mossoró. As informações foram confirmadas por fontes que integram o sistema prisional brasileiro.

  • Barreiras superadas pelos presos
    Porta da cela
  • Gaiola (2 portas)
  • Monitoramento de câmeras local
  • Sala de Controle em Brasília
  • Rondas e postos fixos de agentes
  • Torres externas (4)
  • Tela dupla (10 metros)
  • Revista diária da cela

O primeiro passo seria ultrapassar a porta da cela, que é trancada o dia todo, com exceção dos casos de deslocamento para o banho de sol e departamento médico, por exemplo.

Depois, os presos teriam que ultrapassar as duas portas de uma espécie de gaiola, que protege cada uma das alas. As alas têm 13 celas e os pavilhões quatro alas cada um.

A regra vale para todos os presídios federais. Desta forma, cada pavilhão tem 52 detentos.

Os presos ainda teriam que driblar a observação feita pelas câmeras de monitoramento que têm acompanhamento duplo:

  • um interno, no presídio
  • e outro por uma Sala de Controle em Brasília, na sede da Secretaria Nacional de Políticas Penais.

Há ainda as rondas e postos fixos de agentes dentro do presídio, monitorando in loco as movimentações. Do lado de fora, os agentes também ficam posicionados em quatro torres, cada uma em um dos cantos do complexo penal.

Para escapar, os detentos teriam ainda que ter ultrapassado duas cercas altas de arame com concertinas (arame farpado) no topo.

Cortar o arame exigiria uma faca, estilete ou alicate, objetos que seriam descobertos na revista diária feita em todas as celas quando os detentos saem para o banho de sol.

“É preciso que seja feita uma apuração rigorosa porque existe uma possibilidade de ter o envolvimento de funcionários do presídio. Se não houver envolvimento, corrupção, é urgente que sejam revistos todos os protocolos de segurança de todos os presídios federais brasileiros”, avalia o especialista em segurança pública Rafael Alcadipani.

CNN


Descubra mais sobre Portal RN Diário

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Siga-nos

Sponsor

spot_imgspot_img

Veja Tambem

Veja próximas etapas para Bolsonaro em caso de cartão; regime fechado é improvável

Polícia Federal (PF) indiciou Bolsonaro pelo esquema de falsificação de carteira de vacinação - crédito: Alan Santos/ Palácio do Planalto SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) -...

TSE informa que regularização do título eleitoral deve ser feita até 8 de maio

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) comunicou que a regularização dos títulos eleitorais deve ser feita até o dia 8 de maio, cerca de cinco...

Em Natal, 25 bairros com risco grave de epidemia de Dengue

Foto: Getty ImagesA capital potiguar está em alerta para a possibilidade iminente de adoecimento por dengue. De acordo com um atlas lançado no final...

COMJOL – Líder de Mercado

https://videopress.com/v/7jN566Ff?resizeToParent=true&cover=true&autoPlay=true&preloadContent=metadata&useAverageColor=true

São Gonçalo do Amarante registra redução histórica nos índices de mortes violentas; diminuição de 25% entre 2022 e 2023

 município de São Gonçalo do Amarante (RN) comemora uma queda expressiva nos números de mortes violentas, registrando a maior redução dos últimos 12 anos....

Descubra mais sobre Portal RN Diário

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading